Região

Irregularidades sanitárias são identificadas em rebanho em propriedade do Oeste

Produtores foram notificados administrativamente para se adequar às normas sanitárias

Polícia Civil e Cidasc estiveram presentes na propriedade rural - Fotos: Polícia Civil

A Polícia Civil, por meio do Centro de Apoio Operacional de Combate aos Crimes Contra o Agronegócio (Caoagro) e Cidasc, realizou uma fiscalização em uma propriedade rural, localidade no município de Ouro, no Oeste catarinense, nesta quinta-feira, dia 11.

LEIA TAMBÉM:


A guarnição vistoriou o rebanho bovino e identificou incompatibilidades sanitárias como ausência de comprovação de origem dos animais, ausência de brincos de identificação, brincagem incompatível com o banco de dados, divergência da quantidade de animais com o cadastro, além do trânsito irregular de bovinos entre as propriedades.

Os profissionais, inclusive, foram até a propriedade rural vizinha para confirmar com o produtor a venda dos animais e a origem deles.

Foi constatado também indício de que os brincos de identificação e a Guia de Trânsito Animal (GTA) foram utilizados como uma garantia do negócio, ou seja, aparentemente apenas seriam fornecidos pelo produtor original após a quitação da dívida, o que é totalmente irregular, informou a polícia.

Os produtores foram notificados administrativamente para se adequar às normas sanitárias. As propriedades foram interditadas até o total saneamento.

Fonte: Oeste Mais / Polícia Civil

Voltar

Precisamos utilizar cookies para coletar informações sobre sua navegação em nosso site e melhorar sua experiência. Visite nossa Página de Cookies para mais informações. Você aceita o uso de cookies?

Acompanhe nas redes